Sobre o amor Tag

Acordei. De tão próximos, às tantas já me pareciam tudo menos foguetes. Imaginei um campo de guerra ou um assalto à mão armada!  Eu sabia que a festa não tinha a dimensão dos foguetes e tive até saudades de quando partilhavam do mesmo protagonismo. Este...

O vento esqueceu-se deste lugar. Lembrou-se dele o sol e a serenidade de tudo o que é coisa de muita gente não tem. O vento não se lembrou, mas deixou o mar lembrar-se e soprar dele, suave. A sussurrar baixinho. E a minha vontade assim...

Gosto de chegar a horas, talvez venha daí o problema que me formiga. A partir do momento em que comecei a perceber a importância de chegar a horas, tornei-me refém. Sinto-lhe as velocidades com uma sensibilidade capaz de intuir. Sinto-o lento. Sinto-o demorado e impaciente....

Exagerar, a Helena andava com sede de exagerar. A vida como ela é não lhe parecia suficiente e por isso desafiava o tempo com a impaciência que imperava a sua existência. - Os casamentos são feitos de engenheiros e radiologistas. Tudo por amor. - Essa é a...

Senti o umbigo colar-se às costas e esse estado atípico de mim assustou-me. Disse-me então, “tens que comer”, nesse repente em que ouvi a sala a ouvir-me a barriga nada discreta.  Saí. A animosidade não era a perfeita. A vontade de comer também.  Não me lembro da última...

Foi numa noite normal de janeiro (de 2016) que assisti ao filme Joy. Uma biografia/comédia dramática sobre uma jovem brilhante, divorciada e mãe de 2 filhos, entregue a uma vida madrasta, até inventar um esfregão de limpeza genial. Agora que escrevi isto, pareceu-me a sinopse...

Acordaste nesse dia normal. Tinhas as meias perdidas no fundo da cama. Por esses dias tiravas sempre as meias enquanto dormias. Sabia-te bem deslizar um pé no outro enquanto acordavas melhor. Sabia-te bem girar sobre os lençóis e entregar os braços aos…  -  Aos lençóis que não...

(Des) Encontrei-te Como se encontram Inesperadamente, Fotografias de amores incomparáveis. Na caixa que todos guardamos, Estavas lá Sem que te conhecesse ainda. E o teu corpo, Mudo. Tanto que o ouvia Só te ouvia. A tua mão mexeu-se Arranjaste o casaco Contorci-me Caí toda de pé. Fiquei-me nos meus pés Ali Sem altos portões Sem frases bonitas Despida. Doze demorados segundos despida Lambi o chão. A sala...

Meu amor, onde estás? Onde existes e por onde caminhas, onde vives a tua vida? Meu amor que falas a minha língua, meu amor que vês o que eu vejo, meu amor que ouves o que eu ouço, vem sem aviso, não anuncies, mas vem....