Saber viver Tag

Chegou-me a onda aos pés depois de um dia tórrido. E, entenda-se por tórrido, aqui, um dia que sem ser lembrado era esperado há muito. Não poderia chamar ao tórrido lufada de ar fresco, porque era parvo, mas era a baforada que as minhas pernas...

Depois de uma noite bem dormida, provocada pelo bendito excesso de álcool, a Helena acordou com vontade de voltar ao sono. Dormir profundamente já não fazia parte dela há largos anos e, por isso, era de aproveitar a maré enquanto ia boa. Foi aí, nesses...

Cheirava a terra molhada e a mesa vestia-se de linho. A casa, velha, pronunciava-se por ali, naquele lugar de pescadores, misturada com as outras, mas diferente. Às 20h daquele dia, que queria escurecer, os termómetros registavam 29 graus e a Amélia apanhava as gotas que...

Se eu pudesse oferecer, se eu tivesse esse poder, pedia que te injetassem força no coração. Esperança. Pedia que te deslumbrasses com a vida (porque esta coisa do “já não me deslumbro” parece ficar bem, mas é uma grande burrice). Pedia também que soubesses caminhar...