ler Tag

Regressar a casa pelas 19h passara a ser a mais dura tarefa do dia. Era um coração com vontade de outros mundos que não sabia, sem consciência que os precisava. Em consequência, todas as desculpas para demorar o confronto com aquelas paredes pareciam perfeitas. Mas...

Era cedo. A minha mãe chegava da missa e eu estava certa que ela trazia coisas que se dizem só com a boca. Agora que escrevo, observo: as pessoas depois da missa falam de tudo menos da missa. Eu, que já não lá vou, lembro-me...

Ouço-o por muitas vezes, na boca de tantos que conheço mal, de muitos meus próximos e dos poucos que me estão altamente colados: “a vida mostra”, “a vida ensina”, “tinha que acontecer”, “estava escrito”, “era destino” “estava predestinado”, “eu sabia que ia acontecer”. Não me...

Depois de uma noite bem dormida, provocada pelo bendito excesso de álcool, a Helena acordou com vontade de voltar ao sono. Dormir profundamente já não fazia parte dela há largos anos e, por isso, era de aproveitar a maré enquanto ia boa. Foi aí, nesses...

Senti o umbigo colar-se às costas e esse estado atípico de mim assustou-me. Disse-me então, “tens que comer”, nesse repente em que ouvi a sala a ouvir-me a barriga nada discreta.  Saí. A animosidade não era a perfeita. A vontade de comer também.  Não me lembro da última...

O barulho do mar acabava na areia, feito de camadas harmoniosas e insistentes no verbo acabar. “Fevum… fevum…”  Os tempos do mar em harmonia com a serenidade do dia a arrefecer. “Quando a harmonia é tanta parecem não existir detalhes, mas sim quadros magníficos de cor”....