DEPRESSÃO – ESSE LUGAR FEIO E PERIGOSO

DEPRESSÃO – ESSE LUGAR FEIO E PERIGOSO

Não importa quem és. A depressão afeta milhões e milhões de pessoas. Muitas com tudo para dar certo. Muitas com os sonhos, ali, mesmo à mão de os agarrar com unhas, dentes e o corpo todo. Muitas que não imaginamos viverem nessa prisão feia e perigosa, porque se escondem e se esgotam no esforço do sorriso rasgado para a multidão. Máscara que desgasta e que suga qualquer resto de energia que ainda possa existir num corpo que se diz vazio.

Manter uma vida nesta redoma e neste teatro a que te viciaste, arrebata-te. E por isso dizes, que vais ficar por casa. Uma. Duas. Três vezes. Sempre. E ficas.
O medo de seres descoberto, sem segurança e sem brilho é excruciante.

O que pensas e verbalizas é negativo. E sem saberes como nem porquê, ganhaste essa linguagem pesada, que é uma verdade tão tua e tão cega que ganhou o título de lei em tua casa.

Os que lá moram, absorvem e bebem desse teu ser. Começas a ser a pessoa insuportável.

Esqueceste-te de quem eras e perdeste a pessoa que és. Do que gostavas de fazer e o que gostas. Do que te apaixonava e o que te apaixona.

Esmagaste os teus talentos e a tua força com a insegurança que trazes nas costas. Não dás espaço às coisas boas. Esqueces-te todos os dias de ser grato ao que tens à tua volta (o pouco ou muito que tens). Não há genuinidade em ti. Porque se não és verdade, não podes ser autêntico.

*

Começa por aí. Por ser honesto com os que te rodeiam. Começa por perder a vergonha de contar-te tal como vives dentro de ti. Começa por pedir ajuda. Começa por dar uma passeio no parque. Liga ao amigo que tem saudades tuas. Rodeia-te das pessoas certas.

Toma as rédeas da tua vida e faz da depressão um degrau para veres a vida de cima e perceberes que existem coisas que merecem ser reavaliadas. A vida é uma delas. A vida pode ser um exercício muito simples.

Gostavas de ver alguém que amas neste lugar isolado e sem cores? Não sejas egoísta. Aprende a gostar de ti para depois poderes gostar de nós.

Há muito que gostamos de ti. Merecemos-te de volta.

*

É fácil? Não. Mas quando encontrares os truques certos, para olhares de cima essa coisa que caminha ao teu lado, terás uma fórmula de sucesso para a vida toda.

Gabriela Relvas

Upgrade-AVP Annuza

6 Comments
  • H. Ramalho
    Posted at 01:51h, 15 Janeiro Responder

    Sim realmente o ser humano merece muito mais . Por vezes deixamos nos levar por enumeras coisas ruins da nossa vida que carregamos como uma cruz . Mas é possível dar a volta basta acreditar . Sei que não me foi fácil , mas graças a deus consegui acordar a tempo de me ver ao espelho . Acreditei e pensei ” como é possível ” .
    Mudem de vida troquem as voltas a tudo , mas perder o amor próprio isso não.
    Nada vale a pena desistir de viver .
    Todos temos um objectivo na vida .
    Lutar para se ser feliz .

    • Gabriela_Relvas
      Gabriela_Relvas
      Posted at 13:19h, 18 Janeiro Responder

      Desistir não é opção! Obrigada pela sua partilha e mensagem de força! Um excelente exemplo de quem pulou a cerca! Um beijinho cheio de boas energias e coisas boas!

  • Maria caroca
    Posted at 15:39h, 16 Janeiro Responder

    Ha muitos casos iguais a este as pessoas teem vergonha de assumir a doença da depressão, depois metem-se em drogas álcool por não assumirem a doença

    • Gabriela_Relvas
      Gabriela_Relvas
      Posted at 13:20h, 18 Janeiro Responder

      A vergonha nunca foi uma boa amiga para casos como estes. Um beijinho cheio de boas energias!

  • Belmira Branquinho
    Posted at 17:36h, 18 Janeiro Responder

    Boa tarde adorei o artigo e o comentário seguinte o pior é conseguir fazer desde muito nova que sofro de depressões agora neste momento estou numa grave perdi o meu pai à cinco meses e ainda não consigo aceitar tem sido difícil ando no psiquiatra espero recuperar quero muito mas à dias muito difíceis com pensamentos muito maus obrigada beijinhos

    • Gabriela_Relvas
      Gabriela_Relvas
      Posted at 12:21h, 21 Janeiro Responder

      Muito obrigada querida Belmira pela partilha! Não desista! Pule a cerca! Um beijinho cheio de energias boas!

Post A Comment