Incessantemente

Incessantemente

Nutre-me
Floresce em mim a Mulher.
Nutre-me
Enquanto ostento e invento.
Salva-me,
se me quiseres salvar.

Tem tempo em mim.

Eu vou de um píncaro ao outro
E fico velha
Esquecida
E pico a casca do ovo
E vejo o mundo de novo
E…
E sei-me assim
Ilusionista.

Tenho estas manias,
Artista!
Dramáticosonhadora
Sôfregarrebatadora.
Sou isto.
Não consigo evitar.
Quando na linha certa,
quero descarrilar.
É isto.
Só isto.
Passou.
Vivido,
sarou.

Mas na curva do dia,
dás-me um abraço?

Quero-me contigo
Voltar ao teu espaço
Perder-me além do amasso.
Sossegar.
Isto.
É isto.
Só isto.

Dá-me tanto e tira-me pouco.
Não ligues ao meu mundo louco
Vira as costas sem virar
Deixa-me ser tonta
Incompleta
Avariada
Indignada!
Ri-te da minha cara.

Se os teus olhos embevecidos
os meus ficarão rendidos.

Isto.
É isto.
Só isto.

*

Tenho em mim o grito insatisfeito
sai-me assim,
sem respeito.

Por isto,
perdoa-me.
Belisca-me,
mas suave
Docemente.
E fica.
Ficas?
Assim
Tu
Incomparável
Insubstituível
Tu,
incessantemente

incessantemente

incessantemente

incessantemente

(…)

Gabriela Relvas

Upgrade-AVP Annuza

No Comments

Post A Comment