Encontros Perfeitos

Encontros Perfeitos

Eu queria porque queria uma máquina de escrever! E queria porque queria que fosse antiga e viesse com pó e com passado. Lembrei-me que o meu pai usava uma em tempos. Nos tempos em que eu era pequena e sentia a felicidade no rosto das gentes mais velhas que eu. Lembro-me desse Portugal.

Fui na procura preparada para o pó da cave. Lá estava ela… chamava-se Gabriela. Dei uma enorme gargalhada. Não sabia eu, não sabia o meu pai, não sabia ela. Há encontros perfeitos não há?

Agora és minha e eu sou tua. Vou aprender esse teu jeito de falar convicto que implica a força certeira e fazer em ti as palavras que eu quiser.

Posso?

GR

Upgrade-AVP Annuza

G0040932-01

No Comments

Post A Comment